Ode à supremacia e presença de Deus

Posted by Ludmilla On quinta-feira, 21 de outubro de 2010 0 comentários

Ode à supremacia e presença de Deus Com a marca de um selo próprio e independente e já com milhares de cópia vendidas em apenas duas semanas de seu lançamento, Emanuel é o novo álbum de Nívea Soares, em que canta a presença de Deus

Com a marca já de 50 mil cópias vendidas num prazo de menos de um mês apenas do lançamento oficial, ocorrido em 10 de setembro, na nona edição da Expocristã, em São Paulo, o mais novo lançamento de Nívea Soares (pela Onimusic), Emanuel, é mais que um novo disco apenas de sua carreira e seu ministério. É o marco de um novo tempo e um novo nível em sua vida ministerial e mesmo pessoal. Prova disso é que Emanuel traz agora o registro de um selo próprio e independente em que o disco foi produzido. Gravado em estúdio por um período considerável, que conferiu ao trabalho excelência e qualidades inigualáveis e ainda maiores, tanto nos arranjos e ritmos, como nas composições, todas assinadas por ela,Emanuel é o que há de melhor de Nívea Soares, comparado aos álbuns seus anteriormente gravados, não desconsiderando, claro, que cada um recebera o mesmo cuidado e carinho. São treze canções inéditas, sendo essa última uma faixa "bônus track"disponível apenas em download pelo recurso da realidade aumentada no site niveasoares.com. “Emanuel é um CD que fala da supremacia de Jesus sobre todas as coisas, que O trata como aquele que permanece, a despeito das circunstancias. Emanuel fala também do Deus sempre conosco, apesar das nossas situações; do Deus bem perto de nós, que desceu até o homem, até a nossa pequenez, se fez carne e habitou entre nós. É ainda um CD que tem muita Bíblia, muito da Palavra de Deus. São verdades que a Igreja precisa cantar”, diz Nívea. Dentre as parcerias com Nívea em Emanuel estão as nacionais, como Christie Tristão (do Asas da Adoração), Pregador Luo, Felipe Barros (do Fluir) e Grupo Ellas. E internacionais como Aaron Keys (EUA), Ben Cantelo (Inglaterra), Jeremy Bowser (EUA) e Cris Duran (França). Nessa entrevista que nos concedeu com exclusividade, Nívea fala de seu novo disco, suas expectativas e percepções, com um recado final par qeum ainda não viu e não ouvviu e ainda de gratidão. Emanuel já está disponível em todas as lojas e livrarias evangélicas do Brasil desde o dia 20 de setembro. E a julgar pela sua vendagem, que já atingiu a marca de 50 mil cópias, a premiação é só questão oficialização. Não que Nívea faça questão, claro. Mas não deixa de ser um marco histórico pelo pouquíssimo tempo de lançamento de Emanuel. Vale a pena então ter. E ouvir. Para estar na presença do sempre presente e perto, Deus. Assim é Emanuel. Assim é Deus conosco. Lagoinha.com: O que diria de seu novo CD, Emanuel, acerca da temática, composições e arranjos? Nívea Soares: Emanuel é um CD que fala da supremacia de Jesus sobre todas as coisas, que trata Jesus como aquele que permanece, a despeito de todas as circunstâncias. As circunstânciasmudam, as pessoas mudam, mas o Senhor Jesus permanece para sempre, fiel. Apesar de nós, das nossas situações mudarem tanto, o Senhor é aquele que permanece e Ele é aquele sobre o qual precisamos colocar a nossa confiança. Ele é o nosso fundamento perfeito sobre o qual a Igreja está estabelecida. Quando nos firmamos em Jesus como pedra fundamental, não seremos abalados pelos vendavais da vida que vêm contra nós. Em relação às composições, há algumas parcerias. O CD foi composto há alguns anos, desde o Rio (o quarto álbum na carreira de Nivea) e algumas das canções começaram a chegar antes inclusive. Outras foram compostas depois, num ano, sendo terminadas no ano seguinte. Foi um processo demorado, que teve muito a ver também com o que eu estava vivendo, particularmente com as percepções que tive da minha própria vida, da minha caminhada com o Senhor, das circunstâncias que cercaram a minha família nos últimos anos. Enfim, essas canções vêm como fruto de situações que nós passamos e que nos fizeram chegar a essas conclusões de que Jesus é o fundamento, que tudo pode se abalar, mas que Ele vai permanecer. Lagoinha.com: O fato de ter gravado Emanuel em estúdio foi um diferencial para você em relação ao tempo e condições maiores que teve de trabalhá-lo? Nívea Soares: Com certeza, o CD de estúdio é mais minucioso. Mas ao mesmo tempo, é mais prazeroso de se fazer. Foram meses de pré produção e produção, gravação e mixagem. E como fomos nós mesmos, eu e meu esposo, o produtor musical Gustavo Soares, que fizemos, pudemos aplicar nele tudo o que a gente gosta. As pessoas vão sentir bem a diferença em relação aos outros trabalhos nesse aspecto de produção e minuciosidade. Tivemos a liberdade de incrementar muitos elementos. Com certeza, valeu a pena. Lagoinha.com: Num comparativo com os outros trabalhos seus, também produzidos em estúdio, o que diria de Emanuel? Nívea Soares: Fora Emanuel, tivemos dois trabalhos em estúdio: o primeiro CD Reina Sobre Mim e o Fan The Fire, em inglês. Fan The Fire foi muito fácil de fazer porque já tínhamos os arranjos e as trilhas da maioria das músicas. Nós apenas regravamos tudo. Deu trabalho mais pela língua, que precisa ser bem executada.Emanuel, porém, deu muito mais trabalho ao meu ver porque fizemos literalmente tudo sozinhos. A última produção inteira que fizemos foi justo o nosso primeiro disco, Reina Sobre Mim, apesar de que tínhamos na ocasião toda a estrutura de estúdio do Diante do Trono, já que gravamos por ele. Com certeza, são muitos os diferenciais de Emanuel em relação aos outros trabalhos. O som é um pouco mais evoluído, com a mixagem muito linda.


Fonte: lagoinha.com

0 comentários to Ode à supremacia e presença de Deus

Postar um comentário